SINPROMG Participa de Mobilizações Contra PEC que Reduz Investimento na Educação e Saúde

No dia 11 e no dia 25 de novembro aconteceram grandes mobilizações de trabalhadores, em especial de servidores e professores, contra a proposta de emenda constitucional que congela por 20 anos o orçamento para os serviços públicos, como educação e saúde, assim como salários e planos de carreira para professores e servidores.

As reformas já anunciadas da Previdência e a Trabalhista são trágicas para a classe trabalhadora. A primeira pretende elevar para 65 anos a idade mínima para a aposentadoria de homens e mulheres. Tanto dos servidores públicos quanto da iniciativa privada. Já a segunda quer permitir que o que for negociado entre sindicatos e patrões valha mais do que os direitos adquiridos na CLT (consolidação das Leis do Trabalho) ou seja, não teremos mais garantidos direitos como férias, 13º salário.

Em Goiana a situação requer dos profissionais da educação estado permanente de mobilização, pois com o GOIANAPREVI FALIDO, SALÁRIOS

ATRASADOS E ESCOLAS SEM ESTRUTURA PARA ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, o trabalho tem que ser de reconstrução. Por isso a participação dos profissionais de educação da base do SINPROMG é indispensável.

No dia 11 a mobilização em Goiana aconteceu na Praça João Pessoa, com a participação do MST. Já no dia 25, pela manhã, interrompemos o trânsito na Rua Manoel Borba;  e à tarde os profissionais de educação de Goiana se uniram a milhares de trabalhadores e trabalhadoras e em passeata pelo centro do Recife, seguindo da Praça do Derby para a  Praça do Diário.

As diretoras do SINPROMG Vaneska Melo e Silvia Leticia discursaram em cima do carro de som da organização do evento, mostrando a nossa força e o nosso poder de indignação por tudo que acontece em Goiana e no Brasil (observe as fotos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

www.000webhost.com